Home / Notícias / Gestão Doria suspende sobretaxa de operação para os táxis pretos

Gestão Doria suspende sobretaxa de operação para os táxis pretos

Gestão Doria suspende sobretaxa de operação para os táxis pretos

Categoria criada em 2015 tinha que pagar outorga de R$ 60 mil à Prefeitura; suspensão da cobrança é por 60 dias.

taxi preto 20990802 gabriela bilo

Táxi preto da cidade de São Paulo. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Criados antes da regulamentação dos aplicativos de transporte, tipo Uber ou Cabefy, como uma primeira tentativa de regularizar o serviço, os táxis pretos deixarão de ter de pagar uma taxa de R$ 60 mil para a Prefeitura para trabalhar.

Com avaliação de que os cerca de 3.400 táxis dessa categoria, que é de luxo, não têm condições de continuar pagando essa taxa, mesmo que parcelada, a Prefeitura decidiu suspender por 60 dias a cobrança da outorga onerosa para os carros pretos, que poderão renovar suas licenças mesmo se estiverem em débito com o poder público municipal.

A medida foi publicada pela Prefeitura no Diário Oficial da Cidade. A gestão João Doria (PSDB) também criou um grupo de trabalho para propor mudanças no projeto.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda, afirma que a decisão foi tomada em conjunto com a Secretaria da Fazenda. “O modelo do táxi preto tem problemas”, disse, ao justificar a suspensão. “Agora, na renovação, os taxistas não conseguiriam pagar a taxa e isso seria a falência do sistema”, afirmou.

Os táxis pretos foram criados em outubro de 2015 e a ideia era oferecer uma alternativa legalizada para o aplicativo Uber na categoria Black. Os carros deveriam ser de luxo, na cor preta, e só aceitar chamadas por meio de aplicativos. Também não precisavam ter taxímetro comum e aceitar pagamento por meios eletrônicos. Os aplicativos de táxi em operação então, 99 e a Easy, adaptaram seus apps para a modalidade.

Quando as outras categorias da Uber, mais baratas, e outros aplicativos de transportes começaram a se popularizar na cidade, quebrado o monopólio dos táxis, o serviço deixou de ser interessante para os motoristas  — que ficaram com a conta do carro caro e a outorga para pagar. Mesmo os apps de táxi passaram a oferecer carros com preços mais em conta e que não eram cadastrados como táxi.

Fonte: Estadão

Sobre Carlos Laia

Comandada por Carlos Laia , A Voz Do Taxista tem por objetivo levar a categoria dos taxistas informação, levantar o debate dos assuntos importantes para o desenvolvimento profissional de toda categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *