Home / Táxi / Prefeitura de SP reduz cobrança de taxa para táxi preto e isenta táxi branco.

Prefeitura de SP reduz cobrança de taxa para táxi preto e isenta táxi branco.

Em reunião com representantes dos taxistas em janeiro, o prefeito João Dória, se comprometeu em rever o pagamento da outorga de sessenta mil reais cobrada do táxi preto, para isso pediu um prazo de sessenta dias que não foi cumprido, agora a prefeitura anuncia a redução da taxa de transferência do alvará, como se isso fosse um grande benefício para o taxista que não consegue pagar a outorga.
O pedido de redução da taxa foi feita ao prefeito na reunião de janeiro, ao anunciar a redução isentando as demais categorias de táxi da cidade de sãos Paulo é um grande equívoco da gestão João Dória, uma vez que essa taxa foi criada para legalizar a venda dos alvarás.
É de conhecimento do poder público a existência da comercialização do alvará, até da existência de um mercado paralelo na famosa “boca” da região central.
O pedido de redução da taxa de transferência, isentando os demais taxistas foi feito ao prefeito pelo SINDITAXI-SP.
Manter a cobrança dessa taxa somente para os taxistas do táxi preto é uma discriminação por parte do sindicato aos taxistas do táxi preto, que são na maioria ex- taxistas de frota e segundo motorista. Os taxistas do táxi preto não estão pensando em transferir o alvará e sim ganhar o pão de cada dia, dignamente, com o teu tão sonhado alvará próprio.
#carloslaia #avozdotaxista
——————————————————————————————————————
G1 São Paulo
Quantia cobrada caiu de R$ 9 mil para R$ 3 mil. Categoria vive crise e, segundo Prefeitura, mudança ocorre para adequar valor à “realidade econômico-financeira atual”.

Táxi preto na cidade de São Paulo (Foto: Reprodução TV Globo)Táxi preto na cidade de São Paulo (Foto: Reprodução TV Globo)

Táxi preto na cidade de São Paulo (Foto: Reportagem Rede globo

A Prefeitura de São Paulo reduziu o valor cobrado na taxa de transferência dos alvarás de táxis pretos de 15% para 5%. O tributo incide sobre o valor da outorga, fixado em R$ 60 mil para a categoria, que é uma espécie de autorização paga pelos motoristas à administração municipal para rodar na cidade. Ou seja, na prática, a taxa cai de R$ 9 mil para R$ 3 mil.

A medida foi publicada no Diário Oficial do município desta quinta-feira (11). Segundo a publicação, assinada pelo prefeito João Doria, a mudança foi realizada por conta da “necessidade de conformação da regulamentação municipal à realidade econômico-financeira atual”.

O serviço de táxi-preto vive forte crise. Grande parte dos cerca de 5 mil motoristas que aderiram ao serviço deixaram de pagar as parcelas da outorga à Prefeitura de São Paulo por entenderem que o serviço ficou inviável economicamente.

Poucos meses após anunciar esse serviço de táxis de luxo, a Prefeitura da capital regulamentou os aplicativos.

Sobre Carlos Laia

Comandada por Carlos Laia , A Voz Do Taxista tem por objetivo levar a categoria dos taxistas informação, levantar o debate dos assuntos importantes para o desenvolvimento profissional de toda categoria.

3 Comentários

  1. Gostaria de saber se o valor de transferência do táxi branco comum também caiu, pois meu pai faleceu e estavam cobrando quase 10 mil para transferir de pai pra filho com inventario..

    um absurdo esse valor em caso de falecimento é obrigado a transferir para alguém se não perde. e sendo familiar, a cobrança dessa taxa é abusiva.

    obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *