Felipe Augusto (prefeito de São Sebastião) quer implantar aplicativo para táxis na cidade

Divulgação. Iniciativa da Prefeitura quer criar uma nova identidade visual para os taxis da cidade

Motoristas estão criando associação e se reúnem com prefeito nesta quinta-feira (20)

Tamoios Niws

Por Leonardo Rodrigues, de São Sebastião

O prefeito Felipe Augusto (PSDB) revelou que pretende ainda este ano potencializar e melhorar o serviço dos táxis de São Sebastião. Segundo ele, a ideia é se aproximar da frota existente no município para promover cursos e em breve implantar um aplicativo no qual o cidadão pode solicitar o veículo mais próximo, ver preços e monitorar percurso e estimativa de tempo do táxi.Outra intenção é criar uma identidade visual única que padronize os táxis do município e facilite identificação.Para Felipe Augusto é preciso considerar a característica da cidade como estância turística, o que justifica investimento na qualidade de todos os tipos de transporte no município. De acordo com o prefeito, a ideia da Administração Municipal é se aproximar de quem trabalha com transporte, como os taxistas, e colocar o Governo à disposição como parceiro.O taxista Aristeu de Souza, que trabalha já há oito anos na cidade, avalia a promessa como algo “muito bom” já que, segundo ele, o setor não esta organizado.“Existe muita bagunça, além de muitos clandestinos que estão atuando”. Souza revela que a categoria esta criando uma associação e já se reuniu duas vezes com Felipe Augusto para tratar sobre ações que podem valorizar e melhorar os serviços de táxis. “Esta semana vamos realizar a terceira reunião com o prefeito para ver o que pode ser feito para melhorar nosso trabalho e também para formalizar a associação que já esta praticamente 90% pronta”, comenta.AplicativoEsta Associação de Taxistas de São Sebastião terá como presidente Claudio Raimundo Sampaio, profissional há sete anos no município, que confirmou a reunião com Felipe Augusto nesta quinta-feira (20), para acertar últimos detalhes dessa parceria com a Administração Municipal.De acordo com Sampaio, a categoria apoia a iniciativa do prefeito em implantar um aplicativo sobre o serviço de taxi na cidade. “Se ele conseguir será a melhor das ideias que se teve. Com isso conseguimos até impedir no futuro a entrada do Uber na cidade”, considera.Sampaio conta também que a categoria pretende rever a lei que regulamenta os profissionais da área para assegurar que os benefícios e investimentos feitos agora não terminem em caso de troca de gestão municipal. “Queremos segurança para trabalhar, apenas isso. E se no futuro mudar a Administração, já temos garantido que não poderá vir o Uber para cá”, diz, ciente que qualquer alteração na lei precisa ser discutida na Câmara Municipal.Sobre a criação de uma identidade visual, Sampaio diz que a lei atual já determina que os veículos regularizados sejam brancos. “Essa lei existe faz tempo, mas nunca alguém se atentou a isso. Nunca houve fiscalização”, desabafa.Segundo ele, a padronização dos carros seria outro item a ser revisto. “Queremos mudar para prata e com uma traja na porta para indicar a praça de cada carro”, comenta. Ele também destaca que a categoria será fortalecida com a criação da associação, que aguarda nos próximos 15 dias a emissão de sua CNPJ.Outros interesses Desde que assumiu como prefeito, Felipe Augusto demonstra interesse em intervir no transporte e no sistema viário da cidade. No início deste mês, após exigências feitas a concessionária de transporte coletivo da cidade houve a aquisição de 18 ônibus seminovos.Segundo o gerente geral da empresa, Egno de Oliveira, a empresa estava passando por um período de grave instabilidade financeira, o que impedia novos investimentos. “Graças à gestão do prefeito Felipe Augusto, em apenas três meses, a Prefeitura quitou toda a dívida deixada pelo governo anterior e está fazendo os pagamentos sem atrasos. Com as finanças em ordem, a empresa está trabalhando para cumprir as metas impostas pelo prefeito –  manter a idade média da frota em cinco anos, conforme o contrato, e cumprir os horários determinados nas tabelas”, explicou.De acordo com as informações da concessionária, com as contas em ordem a meta é investir aproximadamente R$ 6 milhões, em 2017, entre renovação da frota e compra de equipamentos. A empresa disse ainda que está investindo na modernização do transporte público e instalando em todos os ônibus os equipamentos de WI-FI, câmeras de segurança e GPS.Ainda segundo a empresa será desenvolvido um aplicativo para celular, onde os passageiros poderão acompanhar os horários e os trajetos dos ônibus. Outra exigência do prefeito , que será atendida pela empresa, é a compra de ônibus com ar-condicionado, a partir de 2018, para atender as linhas de longo percurso, como a linha 51 (Cidade/Boraceia).Em fevereiro, no segundo mês de mandato, Felipe Augusto apresentou um plano do novo sistema viário e embarque de balsas. O projeto prevê “permuta de áreas”, desapropriações e também edificações de prédios para a Marinha do Brasil e setor de travessia custeadas pela Prefeitura de Ilhabela.O projeto também envolve a construção de um novo terminal de embarque e desembarque das balsas e alterações no sistema viário de São Sebastião.Para isso, as negociações incluem ainda a Secretaria de Patrimônio da União, Marinha do Brasil, Dersa e a Companhia Docas de São Sebastião (CDSS). Mas para a viabilização dos projetos, que ainda estão em fase de discussão, os mesmos terão ainda que ser discutidos nos Legislativos de São Sebastião e Ilhabela.

Carlos Laia

Taxista desde 2001, criador do site A Voz Do Taxista e da web Rádio Tera Byte. Nosso objetivo é levar notícias e informações sobre o táxi de todo Brasil a toda categoria, ouvindo representantes, autoridades e principalmente o taxista. Não temos vinculo com nenhuma entidade ou partido político.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios