Independentemente da proximidade que você tenha com recursos tecnológicos mais modernos, se usa ou não um smartphone ou da maneira com a qual você se locomove por aí no seu dia a dia, você muito provavelmente já ouviu falar do Uber.

O serviço de transporte particular, ou de caronas pagas, como você preferir, foi fundado no ano de 2009 em São Francisco, nos Estados Unidos, por Travis Kalanick – atual CEO da empresa – e Garrett Camp, com investimentos substanciais do ator Ashton Kutcher e do empresário Guy Oseary, responsável pelas carreiras de artistas como U2 e Madonna.

O Uber tornou-se referência de negócios ao apresentar um sistema extremamente simples para usuários em busca de uma carona, fazendo as vezes de táxi, mas com cara de motorista particular. E melhor ainda: com um custo mais barato – por meio de um aplicativo que pode ser instalado em qualquer celular, você contrata uma corrida para levá-lo aonde quiser e o pagamento pode ser feito automaticamente com seu cartão de crédito registrado no app.

Uber: revolução no mercado de transporte particular