Home / NOTÍCIAS / Duas capitais já anuciaram bandeira 2 para o táxi em dezembro

Duas capitais já anuciaram bandeira 2 para o táxi em dezembro

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Em Curitiba e no Rio de Janeiro taxistas poderão rodar com bandeira 1 em dezembro

A medida, no entanto, não agradou toda categoria, que reclama da burocracia e custos

  • Por Gazeta Do Povo

Para atender uma solicitação dos taxistas, a Urbs autorizou nesta quarta-feira (29) que os táxis de Curitiba rodem somente na bandeira 1 no mês de dezembro. A medida, no entanto, não agradou toda categoria, que reclama da burocracia e custos para poder colocar em prática o desconto para o passageiro. Assim, das cinco rádiotaxis da capital, somente duas vão participar da “promoção”.

A solicitação da classe era para que o taxímetro ficasse livre por tempo indeterminado. A decisão da Urbs, por outro lado, só permite que os motoristas corram em bandeira 1 no mês de dezembro. Nos anos anteriores, os veículos rodavam com bandeira 2 em tempo integral entre 1.º de dezembro e 1.º de janeiro, o que seria o “décimo terceiro” dos taxistas .

 Outro problema levantado pela categoria é a questão técnica para a liberação do taxímetro. Os taxistas interessados em correr só na bandeira 1 precisam pagar para uma oficina autorizada o destravamento do aparelho agora e novamente em janeiro, para que o taxímetro volte a cobrar as bandeiras 1 e 2.

O presidente da rádiotaxi Faixa Vermelha, César Bueno, que iniciou o projeto da bandeira 1, afirma que a associação vai aderir à promoção, mas que nem todos os taxistas vão mudar o taxímetro. “Por conta do valor para mudar o aparelho”, explica. Mesmo assim, todos os taxistas dessa rádiotaxi darão os 18% de desconto no fim da corrida para equivaler ao preço cobrado na bandeira 1, que equivale a R$ 2,70 por quilômetro rodado ao invés dos R$ 3,30 da bandeira 2.

Além disso, a rádiotaxi Faixa Vermelha continua com os 30% de desconto para os clientes que solicitarem pelo preço no valor final da viagem. “Assim, nosso cliente vai pagar praticamente metade do preço da corrida”, destaca Bueno.

Outra que aderiu à promoção foi a Mega Táxi, porém, como a medida é facultativa, 80% dos motoristas vão rodar somente na bandeira 1 durante o mês de dezembro. O restante continua cobrando o valor normal. Quando o cliente for pedir a corrida, ele precisa solicitar o carro que faça só bandeira 1.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Não vão aderir

Por outro lado, os taxistas da Táxi Capital optaram por não rodar as 24 horas do dia somente na bandeira 1. A opção é por causa da medida tomada pela Urbs que limita a corrida da bandeira 1 para o mês de dezembro. “O pessoal achou o processo muito trabalhoso. Teríamos que ir duas vezes à oficina, perdendo tempo e dinheiro”, explica Alexandre Sousa, presidente da Táxi Capital. “Se não precisássemos voltar a rodar na bandeira 2, nós iríamos aderir”, destaca Sousa. A Táxi Capital segue oferecendo 30% de desconto no fim das corridas aos clientes.

Esse é o mesmo motivo que levou a Táxi 10 a não praticar a bandeira 1 ao longo de todo o mês de dezembro. Segundo o diretor dessa central, Neri Amarante, eles já trabalham com desconto de 30% e, para o mês de dezembro, irão ofertar 40% de desconto aos passageiros.

Além dessas, Táxi Capital, a Táxi 333 não vai praticar bandeira 1 em dezembro, mas também continua com o desconto de 30% aos clientes que solicitarem o valor no fim da corrida.

De acordo com o presidente da União dos Taxistas de Curitiba (UTC), Eduardo Fernandes, as promoções são uma forma do serviço de táxi ficar mais competitivo no mercado. “Hoje, com a concorrência, temos que estabelecer condições para continuarmos no páreo”, diz. “O mercado de táxis está passando por uma transformação. Precisamos encarar isso de frente, agora com um preço mais competitivo.”

Rio de Janeiro

Os táxis convencionais (de cor amarela e faixa azul) do município do Rio de Janeiro estão autorizados a utilizar a bandeira dois na cobrança de corridas durante todo o mês de dezembro, como ocorre anualmente, de acordo com a Secretaria Municipal de Transportes.

A medida foi publicada no Diário Oficial do Município desta quinta-feira e valerá para o período de 6h do dia 1º de dezembro às 6h do dia 2 de janeiro de 2018.

A bandeirada do táxi convencional é de R$ 5,40 e a Bandeira 2 é de R$ 2,76 por quilometragem.

Serviços de aplicativos de táxi como o 99 e o Easy Taxi, ainda estão analisando se vão adotar a tarifa mais alta.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/rio/taxis-poderao-adotar-bandeira-dois-no-rio-durante-mes-de-dezembro-22133722#ixzz501k1HPcP
stest

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!