Câmara de Mauá aprova abertura de impeachment do prefeito Atila Jacomussi

Ainda não é a lava jato municipal, mas Mauá e Ribeirão Pires estão nas paginas policiais, – ou melhor dizendo – os políticos das duas cidades do ABC saíram das paginas das discussões das políticas locais para as policiais. Já são dois anos que Saulo Benevides deixou o posto de prefeito de Ribeirão dos P ires e não teve suas contas aprovadas pela Câmara Municipal.

Cassação do prefeito já foi aprovada pela maioria dos vereadores da casa

Atila Jacomussi (PSB) está preso desde dezembro

Atila Jacomussi (PSB) está preso desde dezembroA manhã desta quarta-feira (16) ficou marcada pela votação da abertura do processo de impeachment do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB). 19 dos 23 vereadores votaram a favor da abertura de cassação ao mandato. Jacomussi está preso desde dezembro por suspeita de desvio de verbas destinadas à merenda na cidade. 

Eram necessários 16 votos a favor para prosseguir com a abertura.O vereador e pai do prefeito, Admir Jacomussi (PRP), foi o único a votar contra a cassação. Já o vereador Ricardinho da Enfermagem se absteve. Severino do MSTU e Betinho da Dragões não compareceram à sessão. 

Jacomussi terá cinco dias para apresentar sua defesa. Essa é a primeira etapa do processo, que deve durar cerca de 90 dias. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios