Câmera da 99 dentro de carro gera receio sobre violação de privacidade

Motoristas e usuários podem se recusar que empresa tenha acesso a imagens suas durante as corridas. Inicialmente, projeto se restringe a voluntários

O aplicativo de transportes 99 lançou nesta semana uma solução para aumentar o nível de segurança de seus clientes. A instalação de câmeras de segurança nos veículos pode, de fato, mudar o padrão dos aplicativos de transporte, conforme disseram especialistas consultados por VEJA.

Porém, a redução da privacidade dos motoristas pode inibir o crescimento do número de profissionais que utilizam o aplicativo para gerar renda. Além disso, usuários também podem querer que a empresa não tenha acesso a suas imagens durante as corridas.

Segundo comunicado da 99, a instalação das câmeras passou a ser feita já nesta terça-feira, em fase de testes restrita à cidade de São Paulo.

O aplicativo explicou que a iniciativa está sendo aplicada em motoristas voluntários e que os veículos contarão com adesivos de fácil visualização identificando que possuem câmeras.

Chamadas de câmera IP, os equipamentos são caros e a empresa pode se ver obrigada a subsidiar a compra delas. Cada uma pode chegar a custar 1.000 reais.

O objetivo é reduzir a sensação de insegurança de usuários, presente principalmente entre mulheres, diz Ivair Rodrigues, consultor da IT Data.

“Esses aplicativos pesquisam o mercado constantemente e perceberam que há uma grande preocupação por parte das mulheres em usá-los”, diz. “Porém, pode haver outros objetivos por trás disso

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios