Com os transportes por aplicativo, em 5 anos frota de táxi estará sucateada

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Campina Grande, Moacir Tavares, comentou sobre a reunião realizada na última semana pela STTP, no sentido de regularizar a ação dos transportes particulares por aplicativo na cidade.

Moacir disse que a STTP está esperando parecer de outras cidades, como Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, para trazer melhorias para Campina Grande e realizar cobranças aos motoristas da Uber, por exemplo.

As ações que devem ser implementada para os motoristas particulares de transportes por aplicativo, é a garantia de uma atividade credenciada como carteira de atividade remunerada, cobrança de impostos como o ISS, e que o aplicativo aceite apenas motoristas que não tenham nenhum vínculo empregatício em nenhuma empresa.

Uma das reclamações dos taxistas é que os motoristas de transporte particular, em sua maioria, usam o aplicativo como forma de renda extra, uma vez que os taxistas são profissionais e tiram o sustento da família através desta profissão.

– A chegada da Uber em Campina Grande foi prejudicial para a classe dos taxistas, porque nós somos 583 táxis na cidade e que passa dificuldades por conta da invasão da área com o Uber.

A classe fica numa situação complicada, com baixo rendimento. Acredito que os taxis tem não podem se acabar, mas do jeito que esses transportes por aplicativo está atuando, em cinco anos a frota de táxis está sucateada – avaliou.

Moacir disse ainda que a concorrência com o Uber, por exemplo, é desleal tendo em vista o preço da passagem cobrada por eles.

Informações da Rádio Campina FM

Carlos Laia

Taxista desde 2001, criador do site A Voz Do Taxista e da web Rádio Tera Byte. Nosso objetivo é levar notícias e informações sobre o táxi de todo Brasil a toda categoria, ouvindo representantes, autoridades e principalmente o taxista. Não temos vinculo com nenhuma entidade ou partido político.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios