SP encerra fila de pedidos de isenção de ICMS e IPVA para taxistas

Taxistas vão ao governador para rever normas que dificultavam a obteção da "carta" de isenção para o ICMS

Nesta segunda feira (2), o governador Márcio França anunciou o fim da lista de espera dos pedidos de isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para taxistas cadastrados no Sistema de Controle de Pedidos de Benefícios Fiscais para Veículos Automotores (SIVEI).

E atendendo à reivindicação da categoria, definiu também que a autorização para a aquisição de carros novos não estará mais vinculada à marca, modelo e concessionária. Para tanto, está sendo editado o anexo IV da Portaria CAT nº 68, de 2001.

“Fizemos algumas mudanças importantes que permitem facilitar a vida do taxista que vai comprar um carro novo. Ele estava com dificuldade na burocracia interna da Fazenda, agora com o documento ele pode ir em qualquer revendedora e encontrar o preço mais barato, mais fácil pra ele.

E a demora, que levava às vezes meses para tirar esse documento, chegamos a ter fila com mais de mil pessoas, o secretário Luis Cláudio conseguiu zerar. Através dessa legislação que foi aprovada pela Assembleia, o Nos Conformes, que permite que a gente faça as coisas com mais rapidez”, disse o governador Márcio França.

A medida faz parte do programa Nos Conformes, projeto da Secretaria Estadual da Fazenda que estabelece uma lógica de atuação do Fisco estadual de apoio e colaboração aos contribuintes, e beneficiará taxistas profissionais autônomos e também os que atuam como Microempreendedor Individual (MEI) no Estado de São Paulo.

De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Luiz Claudio de Carvalho, 36 servidores da pasta realizaram um mutirão para analisar cerca de 1.500 pedidos de isenção de ICMS de taxistas, que foram concluídos em dez dias. Outra novidade é que o fisco simplifica a entrega do pedido para aquisição do carro zero. “Os taxistas não precisam mais ser tão específicos no pedido, detalhando a marca, o modelo e a concessionária”, explica.

“Essa vinculação gerava grandes transtornos, pois no momento da aprovação do benefício o veículo descrito no pedido poderia não estar mais disponível para venda. Com isso, o profissional precisava formalizar um novo pedido à Fazenda para adequação da autorização a todos esses aspectos, gerando trabalho e custos tanto para o taxista quanto para o fisco”, reforçou Carvalho, lembrando que eles perdiam poder de negociação.

Para usufruir da isenção, é necessário que o profissional exerça há pelo menos um ano a atividade de condutor autônomo de automóvel de passageiros, na categoria de aluguel (táxi), e que não tenha comprado nos últimos dois anos veículo com isenção do ICMS.

Os pedidos de isenção do ICMS e IPVA devem ser feitos pelo SIVEI, que possibilita a apresentação do requerimento diretamente pela internet, de forma digital, eliminando a necessidade de deslocamento até um Posto Fiscal ou unidade de atendimento da Secretaria da Fazenda.

O acesso está disponível na homepage da Secretaria da Fazenda – www.fazenda.sp.gov.br – na aba de serviços para cidadãos e empresas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios