Home / OPINIÃO / O engodo da geração de emprego pelos aplicativos começa aparecer
Somente com os taxistas nas ruas vai mudar a situação

O engodo da geração de emprego pelos aplicativos começa aparecer

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Desde o surgimento, a Uber fez várias afirmações sobre a natureza de sua atividade, primeiramente era apenas um aplicativo para aproximar as pessoas que desejam oferecer carona.

Logo após cair a farsa passou a dizer que se tratava de uma plataforma tecnológica que contava usuário a um motorista particular, agora, segundo a empresa americana, são um serviço de transporte por carros particulares. Classificação inexiste no Código Trânsito Brasileiro e na lei de mobilidade urbana.

A matéria da Folha de São Paulo abaixo mostra o verdadeiro objetivo da Uber e demais aplicativos, ou seja, a geração de emprego, a renda extra para certos trabalhadores que fazem um bico em certos dias e horários, não passa de mais uma falácia do pacote de marketeiros contratados para vender o sonho americano de ganhar  dinheiro facil, sonho que se tornou um pesadelo para muitos que embarcaram nas promessas do Tio San.

O primeiro objetivo é a monopolização do transporte, desregulamentação  de um seguimento legalizado e depois implantar a sua  frota de carros autônomo excluindo os motoristas parceiros.

#carloslaia #avozdotaxista

Uber pretende comprar 24 mil carros autônomos da Volvo

Aly Song/Reuters
A judoca Stefannie Arissa Koyama, que disputará o Mundial de Budapeste pela seleção brasileira
Visitantes observam Volvo XC90 em salão de Xangai, na China
A Uber planeja comprar até 24 mil carros autônomos da fabricante sueca Volvo, marcando a transição da empresa norte-americana de um aplicativo para encontrar motoristas a proprietária e operadora de frotas de veículos.A Volvo disse em uma declaração nesta segunda-feira (20) que forneceria à Uber SUVs XC90 equipados com tecnologia autônoma como parte de um acordo não exclusivo de 2019 a 2021.

O sistema de auto condução usado nos carros da Volvo —que ainda não foram construídos— está sendo desenvolvido pelo Grupo de Tecnologias Avançadas da Uber.

Caso a Uber compre todos os 24 mil carros, seria a maior encomenda da Volvo e a maior venda no setor de veículos autônomos, dando à Uber sua primeira frota comercial de carros. Um Volvo XC90 novo costuma ser comercializado a partir de US$ 50 mil.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

O acordo pode oferecer à Uber uma maneira de superar os constrangimentos de sua divisão de autônomos na corrida das empresas do Vale do Silício por sistemas de autocondução perfeitos, mirando o que se espera ser um ramo de bilhões de dólares.

A unidade da Uber foi alvo recentemente de um processo sobre segredos comerciais e perdeu seus melhores talentos.

A Uber vem testando o protótipo da Volvo há mais de um ano —com motoristas no banco da frente para intervir se o sistema de autocondução falhar— em Tempe, Arizona e Pittsburgh.

“Nosso objetivo foi desde o primeiro dia fazer investimentos em um veículo que poderia ser fabricado em escala”, disse Jeff Miller, chefe de alianças automotivas da Uber.

Os carros estarão disponíveis, em teoria, através do aplicativo da Uber para retirar passageiros sem motorista.

“Isso só se torna um negócio comercial quando você pode remover esse operador do veículo da equação”, disse Miller.

Não foram divulgados detalhes financeiros para a compra. Miller afirmou que um pequeno número de carros seria adquirido com recursos próprios e outros seriam comprados usando o financiamento da dívida.

O negócio se baseia em uma aliança de US$ 300 milhões que a Volvo anunciou com a Uber no ano passado, com o objetivo de colaborar no projeto e financiamento de carros autônomos, que requerem diferentes características de direção, frenagem e sensores.

“Nós ganhamos apoio no desenvolvimento deste carro”, disse o presidente da Volvo, Hakan Samuelsson, em uma entrevista. “Também é um grande acordo comercial”.

Angelo Merendino/AFP
="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!