Home / UBER-Transporte Clandestino / Serviços de táxi não licenciados oferecidos por chineses aumentam em aeroporto
Um brado pela legalidade

Serviços de táxi não licenciados oferecidos por chineses aumentam em aeroporto

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Esse tipo de serviço não licenciado aumenta em aeroportos e pontos turísticos no Japão em meio a um crescente número de viajantes da China.

Uma fila de vans é vista no Aeroporto Internacional de Kansai em 27 de julho de 2017. Incluindo a 1ª van, muitos seriam veículos operados por chineses que oferecem serviços de táxi não autorizados (Mainichi)

Serviços de táxi não licenciados oferecidos por cidadãos chineses estão aumentando em aeroportos e pontos turísticos no Japão em meio a um crescente número de viajantes da China.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

A polícia japonesa começou a reprimir tais serviços, os quais não representam apenas problemas na segurança dos passageiros, como também prejudicam as oportunidades de negócios de operadoras de táxi licenciadas.

No final de outubro, a polícia da província de Osaka prendeu quatro cidadãos chineses sob suspeita de se engajar em um serviço de táxi não licenciado em violação à lei de transporte em rodovias.

As prisões foram muito incomuns, já que é difícil estabelecer um caso do tipo porque as reservas, acordos e outros procedimentos relacionados podem ser todos concluídos online, de acordo com fontes da polícia.

Serviços de táxi não licenciados para viajantes da China são oferecidos por residentes chineses no Japão.

 

 

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!