Coreanos são presos por oferecerem serviços de táxi não licenciados a turistas estrangeiros

A área de atuação dos coreanos eram os aeroportos de Haneda e Narita, hotéis em Tóquio e o parque temático Tokyo Disneyland.

A Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu três cidadãos de nacionalidade coreana por operarem um serviço de táxi não licenciado que visava os turistas estrangeiros, divulgou o Jiji na sexta-feira (17).

Em seis ocasiões, entre abril e agosto, Han Soo-young, de 37 anos, residente de Shinjuku, além de outros dois coreanos, transportaram turistas dentro de Tóquio e da província de Chiba sem devida autorização.

Os coreanos, que foram acusados de violar a Lei de Transporte de Rodovias, admitiram as acusações, dizendo à polícia que cometeram o crime para cobrir gastos do dia a dia.

De acordo com a polícia, a área de transporte coberta pelos coreanos eram os Aeroportos Internacionais de Haneda e Narita, hotéis em Tóquio e o parque temático Tokyo Disneyland.

Os homens ganharam reputação em serviços de rede social por oferecerem motoristas que falam coreano e uma maneira econômica de andar pela área Kanto, disse a polícia. Em comparação, uma tarifa de 1.500 ienes cobrada pelos coreanos para transporte dentro dos 23 bairros de Tóquio tipicamente atingiria os 2.500 ienes através de um táxi licenciado.

A polícia acredita que os coreanos fazem parte de um grupo que vinha oferecendo serviços de táxi não licenciados ao longo de um período de quatro anos.

Fonte: Tokyo Reporter, Jiji
Imagem: ANN

Carlos Laia

Taxista desde 2001, criador do site A Voz Do Taxista e da web Rádio Tera Byte. Nosso objetivo é levar notícias e informações sobre o táxi de todo Brasil a toda categoria, ouvindo representantes, autoridades e principalmente o taxista. Não temos vinculo com nenhuma entidade ou partido político.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios