Home / NOTÍCIAS / Táxis terão aplicativo semelhante ao Uber com descontos e corridas compartilhadas

Táxis terão aplicativo semelhante ao Uber com descontos e corridas compartilhadas

Com apoio da prefeitura de Salvador, categoria desenvolve aplicativo que irá mostrar a localização dos motoristas.

A concorrência do Uber, aplicativo que funciona em Salvador desde o início de abril, tem feito os taxistas contra-atacar. Além dos protestos contra a atividade dos concorrentes – o mais recente teve direito à queima de pneus no Comércio, ontem de manhã (ver ao lado) – a Associação Metropolitana dos Taxistas (AMT) pretende lançar, em breve, um aplicativo próprio, que funcionará apenas para profissionais de Salvador.

O dispositivo ainda não tem nome, mas vai mesclar funções de outras ferramentas de transporte, como o Easy Táxi, o 99 Táxis e o próprio Uber. “Vai ser um aplicativo justamente para concorrer com esses que já estão aí. A ideia é que tenha corrida compartilhada, tarifa dinâmica. Com esse aplicativo, tanto a prefeitura como nós, taxistas, vamos poder ver onde tem táxis, quais locais têm mais ou menos carros”, explica o presidente da AMT, Valdeilson Miguel.

O taxista Flávio Lobo acredita que novo app será bom para a categoria
(Foto: Almiro Lopes/CORREIO)

Apesar de ainda não ter data para começar a funcionar, já há previsão para a modificação no regulamento dos taxistas, em vigor desde março deste ano, a fim de comportar a operação por aplicativos. “Na próxima sexta-feira (amanhã), o regulamento modificado deve ser enviado para o Diário Oficial do Município. A gente já está na reta final”, diz Valdeilson.

A Secretaria Municipal da Mobilidade (Semob) confirmou que trabalha no projeto, mas negou que ele será publicado já amanhã. Técnicos da pasta estão fazendo um esboço para ser ainda apresentado aos diretores da secretaria, mas, segundo informou a Semob por meio da assessoria de comunicação, não há prazo para publicação do projeto no Diário Oficial do Município.

A ideia do app surgiu em 2011, quando uma empresa procurou a AMT e ofereceu o aplicativo, antes do funcionamento do Uber e dos apps já utilizados por taxistas regularizados. Na época, a associação não se interessou pela oferta, mas a concorrência bateu à porta e, então, a categoria decidiu correr atrás do prejuízo.

Como vai funcionar
Entre as funcionalidades do novo app, está a possibilidade de oferecer desconto aos passageiros, que pode chegar a 15%. Os taxistas se queixam que aplicativos como o 99 Táxis e o Easy, que oferecem desconto de 30% para os passageiros, fazem os próprios taxistas arcarem com o “prejuízo”.

O passageiro que usar o app também poderá pagar mais barato que o habitual, mesmo na bandeira 2. É o que acontecerá quando pegar um carro com tarifa dinâmica. A ferramenta já existe no Uber, mas com o nome de “preço dinâmico”. Na prática, a tarifa aumenta quando a procura é maior ou igual ao número de motoristas Uber disponíveis e volta a cair quando a disponibilidade aumenta.

Também será possível compartilhar corridas – o que já acontece com o Uber e o Easy Táxi. Funciona assim: o passageiro pega o táxi ou o Uber e sinaliza se aceita ou não compartilhar a corrida. Caso aceite, o taxista poderá pegar outro passageiro a caminho e o valor da corrida é dividido entre os usuários do serviço.

“A corrida compartilhada é importante, porque o taxista vai ganhar com isso e o passageiro também, já que vai pagar mais barato. Estamos na expectativa de colocar na rua para trazer benefícios para a categoria”, comenta Valdeilson.

Expectativa
“A gente quer fazer um trabalho de marketing com a população, para que seja legal não só para o taxista”, completa o presidente da AMT.

Para o taxista Flávio Lobo, 36 anos, sete de profissão, o app é bem-vindo, desde que não tenha que concorrer com o Uber. “Se for para beneficiar a gente e para tirar o Uber de circulação, é bem-vindo. Compartilhar mercado com o Uber é que não dá”, diz. Ele afirma que alguns dos pontos em discussão pelo app precisam ser melhor pensados. “A questão do compartilhamento de corrida, por exemplo, acho que não é uma boa, porque o passageiro não sabe se a pessoa que vai entrar no táxi e dividir a corrida é uma pessoa de bem”, analisa.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

O colega dele, Fernando Santana, 52, também é a favor do aplicativo, embora conheça poucos detalhes. “O que for para ajudar a gente é bem-vindo. O que não pode é tirar nossos direitos”, diz.

Para a servidora pública Cristina Oliveira, 33, iniciativas que estimulem a concorrência são positivas. No entanto, os taxistas precisarão oferecer mais benefícios. “Já tem aplicativo oferecendo 30% e o valor do Uber é mais barato”, aponta. O taxista Fábio Lobo, argumenta, no entanto, que um preço menor do que o oferecido é impraticável.

Flexibilidade
Antes do início da operação do aplicativo, taxistas da cidade já têm flexibilizado a atividade para tentar enfrentar a concorrência dos preços mais baixos do Uber. Os apps Easy Táxi e 99 Táxis já oferecem descontos de 30% nas corridas: basta o cliente sinalizar que quer um táxi com desconto.

A ferramenta, antes disponível só para cartão de crédito cadastrado no app, já vale para pagamentos em débito e em espécie e muitos taxistas nem ligam o taxímetro: o valor, já com desconto de 30%, é calculado pelo próprio aplicativo, direto no celular do motorista, de acordo com o percurso registrado no GPS.

No aeroporto internacional de Salvador, onde o sinal do Uber não funciona corretamente, os motoristas Uber já encontraram uma solução: “Eu aviso para o passageiro que ele deve puxar a agulha de localização para fora do aplicativo e, quando a gente aceitar a corrida, ligar imediatamente e dizer que está no aeroporto”, explica uma motorista Uber, que não quis se identificar.

Os taxistas também já buscam estratégias: alguns negociam o valor da corrida para não perder o cliente – no aeroporto, é autorizada bandeira 2 em qualquer horário e dia da semana, de acordo com o regulamento da categoria.

O taxista José Régis dos Santos, 53, conta que apoia o novo aplicativo para taxistas. “Vi os meninos comentando, mas não sei bem como vai funcionar. Mas se for pra ajudar a gente, é bem-vindo, inclusive o desconto de 15%. Eu já dou desconto de 20%, imagina de 15%. Claro que o desconto é para cliente fidelidade, mas eu já faço”, comenta. A assessoria do Uber informou que não comentaria a criação do app inspirado na plataforma pelos taxistas.

Como funcionam os aplicativos existentes
Uber Lançado em Salvador em abril de 2016, o Uber mostra o deslocamento do motorista e informações sobre ele como nome e foto, placa e modelo do carro. Não é exibido um telefone do motorista, mas o passageiro consegue se comunicar por meio de chamada realizada no próprio aplicativo. O motorista, por outro lado, só tem acesso ao primeiro nome do passageiro. Os pagamentos são feitos por meio de cartão e em espécie e há possibilidade de compartilhar corridas, além do preço dinâmico.

Easy Táxi Lançado em 2012, o Easy Táxi localiza o motorista mais próximo do passageiro, que consegue acompanhar o deslocamento do táxi, a placa do carro e o modelo, além de nome, foto e telefone do motorista. Já o taxista precisa ser registrado em órgãos reguladores da atividade e não basta baixar o app: é preciso procurar a empresa e se cadastrar junto a ela. O passageiro pode pagar a corrida no cartão de crédito, de débito, por meio de cartão registrado no aplicativo ou em espécie. Também dá para pedir táxi com desconto de 30%  e compartilhar a corrida.

99 Táxis Lançado em 2012, o 99 Táxis tem uma lógica parecida com o Easy e oferece as mesmas funcionalidades e formas de pagamento, mas ainda não dá para compartilhar corridas. O passageiro também faz um cadastro simples e já pode começar a usar, enquanto o taxista precisa fazer um cadastro pelo celular, enviar uma documentação para a empresa e aguardar a autorização para começar a usar. Também há desconto de 30% nas corridas.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

DEIXE SUA OPINIÃO!