Home / A Voz do Taxista / Taxistas voltam a acreditar no fim da concorrência desleal

Taxistas voltam a acreditar no fim da concorrência desleal

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Taxistas da capital paulista vêem ressurgir a esperança que o transporte ilegal promovido pelos aplicativos Uber, 99 e Easy terá fim na cidade.

Mas, a euforia é frustrada quando o taxista ler com atenção o decreto do ex-prefeito Fernando Haddad que o atual prefeito, João Dória, está implantando para regulamentar os aplicativos.

Duas das queixas dos taxistas não estão definidas no decreto, a quantidade de carros trabalhando por aplicativos e a exigência que os veículos sejam licenciados na capital paulista.

No primeiro dia após ser anunciada a extinção do processo movido pela Uber contra a prefeitura que resultou na liminar, uma verdadeira campanha de otimismo deu início nas redes sociais.

Os áudios que circularam, principalmente​ no Whatsapp, pareciam uma campanha orquestrada para passar otimismo aos taxistas.

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

Porém, taxistas relataram no mesmo Whatsapp que tudo estava como todos os dias no aeroporto de Congonhas, fila dupla e passageiros aguardando com celular nas mãos os carros clandestinos dos aplicativos.

Uber continua mentindo para a população e motoristas.

Nota dá Uber:

="adsbygoogle" style="display:block" data-ad-client="ca-pub-2309922433896559" data-ad-slot="9960967624" data-ad-format="auto">

“A liminar vigente até ontem permitia a prestação dos serviços pelos motoristas parceiros enquanto o serviço ainda não tinha sido regulamentado pela prefeitura. Com o decreto publicado em maio de 2016, o serviço foi reconhecido oficialmente pela Prefeitura de SP e foi garantida aos parceiros a possibilidade de dirigir e gerar renda. A atividade dos motoristas parceiros é legal, tem base em lei federal e em decreto municipal de SP.”

Vereador “anti-uber” comemora

“Autor de um projeto de lei que visava proibir a atuação do Uber em São Paulo, o vereador Adilson Amadeu (PTB) comemorou a derrubada da liminar pela Justiça. Para ele, a decisão “coloca a segurança do paulistano em primeiro lugar.”

Apesar de ter um seleto grupo de taxistas em seu gabinete, o vereador Adilson Amadeu finge não ver que já não é mais unanimidade entre os taxistas.

Sua fidelidade ao prefeito João Dória, que recentemente fez promessa de regulamentar os aplicativos e não cumpriu, fez aumentar os questionamentos dá eficácia de sua atuação como principal defensor da categoria.

Sobre Carlos Laia

A Voz Do Taxista é um portal de notícias criado por Carlos Laia para levar informações a classe dos taxistas, acompanhando os acontecimentos, dando opinião e ouvindo os principais personagens do incrível mundo do táxi.

1 Comentário

  1. Os governos municipais,estaduais e federais precisam fazer justiça com uma classe que a muitos anos serve a população,e não proteger uma empresa que sonegar e escraviza seus funcionários como estes aplicativos.

DEIXE SUA OPINIÃO!