Carros clandestinos de outros municípios invadem cidades vizinhas

A regulação do táxi sempre foi feita pelo município, afinal quem sabe quantos táxis é preciso para atender a demanda de passageiros é o município.

Neste sentido, uma das maiores aberrações que vem acontecendo na pseudo regulamentação feita por diversos municípios é a falta de limitação de carros, isso foi feito em São Paulo, Curitiba e vem se repetindo país a fora. Isso está trazendo muitos problemas para o profissional da praça e permitindo que motoristas de outros municípios invadem cidades vizinhas, principalmente as capitais e cidades com grande fluxo de passageiros como as que têm aeroportos.

Para o passageiro – que está a procura de preço – não se dá conta que está, juntamente com os motoristas de aplicativos fomentando uma ilegalidade. O Código de Trânsito Brasileiro proíbe o transporte remuneredo por carro particular e a lei 12.468/2011 estabelece que transporte remunerado de passageiros é prerrogativa do taxista.

Os motoristas de aplicativos são os mesmos motoristas clandestinos de pouco tempo atrás, simplesmente ganhou uma roupagem nova, a da teccnologia e principalmente, conta com a falta organização dos taxistas e da prevaricação do poder público.

Veja abaixo a matéria do Jornal de Jundiaí, que relata como motoristas de outros municípios invadem a cidade livremente para fazer o transporte clandestino.

http://www.jj.com.br/noticias-48290-motoristas-de-fora-aproveitam-demanda-de-uber-em-jundiai 

Carlos Laia

Taxista desde 2001, criador do site A Voz Do Taxista e da web Rádio Tera Byte. Nosso objetivo é levar notícias e informações sobre o táxi de todo Brasil a toda categoria, ouvindo representantes, autoridades e principalmente o taxista. Não temos vinculo com nenhuma entidade ou partido político.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios