Motorista da Uber é estuprada e morta no Rio; passageiro é principal suspeito

Motorista da Uber é estuprada e morta no Rio; passageiro é principal suspeito

Divulgação/Polícia Milita

Por Metro Jornal com BandNews FM 

Uma motorista do Uber foi estuprada e morta na madrugada desta terça-feira (8), na rodovia Washington Luiz, que faz a ligação entre a capital fluminense e a Região Serrana do Rio de Janeiro.

Kátia Valéria Nunes Bastos, de 47 anos, estava fazendo a corrida para Edvaldo Feliz Duarte dos Santos, quando foi atacada.

Policiais encontraram o carro da vítima caído às margens da rodovia e flagraram o suspeito tentando deixar o local do crime.

LEIA MAIS:
Decreto que flexibiliza posse de armas será assinado na semana que vem, diz ministro
Processo contra Lula envolvendo sítio de Atibaia entra na fase final

Apesar de Edvaldo afirmar que houve consentimento da vítima, o delegado Daniel Rosa disse que a perícia já encontrou indícios de violência sexual.

A polícia trabalha com a hipótese de que Edvaldo tenha perdido o controle do veículo ao tentar se livrar do corpo de Kátia.

Edvaldo Feliz Duarte dos Santos já tem passagem pela polícia, pela Lei Maria da Penha, por ter agredido e xingado sua ex-companheira no ano passado. A Polícia do Rio de Janeiro vai pedir a prisão preventiva do homem

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios